Santa Casa
Santa Casa BH São Lucas SCBH Ensino e Pesquisa Funerária Santa Casa BH IGAP CEM


A força das Santas Casas

14/08/2020

     

No dia 15 de agosto, é comemorado o “Dia Nacional das Santas Casas de Misericórdia” – que têm papel primordial na saúde pública brasileira. Sem as santas casas e os hospitais sem fins lucrativos não seria possível atender a demanda existente no Sistema Único de Saúde (SUS), em crescimento vertiginoso por conta da pandemia de COVID-19. De acordo com a Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB), essas instituições respondem por mais de 50% dos atendimentos realizados pelo SUS no Brasil e cerca de 60% dos procedimentos de alta complexidade.

A Santa Casa BH – maior hospital filantrópico 100% SUS de Minas Gerais – tem por finalidade atender a comunidade. A instituição ocupa posição de destaque nacional na realização de transplantes, tratamento nefrológico, cirurgias cardíacas em adultos e crianças, cirurgias do sistema nervoso central e periférico, do aparelho circulatório e outros procedimentos. Por ano, são realizados cerca de 2,9 milhões de atendimentos: mais de 56 mil cirurgias, 447 mil consultas, 2,1 milhões de exames e 55 mil internações. O hospital mantém o atendimento por meio de convênios e contratos com o governo, além das doações feitas pela população.

Em Belo Horizonte, a Santa Casa BH e os demais hospitais sem fins lucrativos são imprescindíveis na prestação dos serviços de média e alta complexidade para pacientes do SUS de todo Estado. Em 2019, pessoas de 586 municípios mineiros (69% das cidades) foram admitidas na SCBH para internação clínica e cirúrgica. Além disso, a SCBH atendeu 109 cidades de outros estados brasileiros.

No interior de Minas Gerais – onde a oferta de leitos é menor e os atendimentos são menos complexos – o papel das santas casas é ainda mais importante. Atualmente, cerca de 300 hospitais filantrópicos espalhados por todo Estado tem feito toda a diferença na saúde dos mineiros.  Em muitas localidades, é o único hospital da cidade. 

Em socorro aos hospitais 

Para defender os hospitais filantrópicos mineiros e a saúde pública brasileira, foi criada a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais (Federassantas). Seu papel é garantir a representação, a integração e o fortalecimento das mais de 300 entidades hospitalares do setor filantrópico do Estado.