Santa Casa
Santa Casa BH São Lucas SCBH Ensino e Pesquisa Funerária Santa Casa BH IGAP CEM


Alzheimer: é preciso conhecer sobre a doença

16/09/2020

     

A Associação Brasileira de Alzheimer estima que existem cerca de 1,2 milhão de brasileiros com a doença – a maior parte deles ainda sem diagnóstico. Para chamar a atenção da população sobre os sinais da patologia e orientar sobre o diagnóstico precoce, foi proposto o “Dia Nacional de Conscientização da Pessoa com Alzheimer” (21/9). Essa é uma doença neurológica degenerativa, que leva à morte dos neurônios. É a causa mais comum de demência que, por sua vez, é uma síndrome em que o paciente perde progressivamente suas capacidades. 

O Alzheimer pode se manifestar de forma variada, mas inclui sintomas depressivos iniciados após os 50 anos, esquecimentos e perda de habilidades como, por exemplo, lidar com as finanças, cuidar das próprias medicações, perder compromissos e criar histórias que não aconteceram. O diagnóstico é feito pelo neurologista, geriatra ou psicogeriatra em uma consulta e pode ser necessário realizar exames de imagem e avaliação neuropsicológica. Entre os fatores de risco estão a baixa escolaridade, hipertensão, diabete, etilismo, tabagismo e sedentarismo.

De acordo com a neurologista da Santa Casa BH, Dra. Cintia Hatasa, a patologia é mais comum após os 60 anos, mas em casos especiais pode acometer pessoas mais jovens: “nós devemos desfazer a ideia de que a demência é uma fase comum da vida. Envelhecer não é sinônimo de se tornar uma pessoa demenciada. Atualmente, existe tratamento específico para o Alzheimer que busca aumentar a qualidade de vida do paciente, principalmente baseado na melhora do seu comportamento e prolongamento do tempo de vida funcional”.

ATENDIMENTO PELO SUS           

O Ambulatório de Neurologia do Comportamento em funcionamento no Centro de Especialidades Médicas Santa Casa BH realiza o atendimento aos pacientes com Alzheimer pelo SUS. Os pacientes são encaminhados dos postos de saúde da rede municipal da capital. Caso seja do interior, a Secretaria Municipal de Saúde da cidade deve fazer contato com a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte para verificar a disponibilidade de vagas.