Santa Casa

As reações do amor

10/06/2020

     

A paixão pode causar algumas reações no nosso corpo. Já ouviu falar disso? É normal ficar ansioso, ter calafrios, disparos no coração, perda de sono e transpiração excessiva ao lembrar ou ver a pessoa amada. Especialistas dizem que a culpa é dos hormônios: noradrenalina, dopamina, serotonina, endorfina, adrenalina e ocitocina – os chamados neurotransmissores da felicidade. 

Com a chegada do “Dia dos Namorados”, esses hormônios que despertam prazer e afeto estão à flor da pele. A noradrenalina está relacionada ao aumento da frequência cardíaca e respiratória, estômago embrulhado e sudorese. Ligada ao estado de relaxamento, a serotonina deixa os apaixonados mais eufóricos, sem sono e apetite. Já a ocitocina fortalece os relacionamentos amorosos e os vínculos, estimula o prazer sexual, entre outros benefícios.

Para a especialista em Clínica Médica da Santa Casa BH, Dra. Genna Santos Grizende, o corpo passa por muitas transformações quando se está apaixonado: “ao encontramos o amor ficamos mais felizes e liberamos muitos hormônios que dão a sensação de felicidade e bem-estar. Apaixonar reduz a ansiedade e o estresse, melhora a depressão, trazendo inúmeros benefícios para a saúde, além de ajudar no fortalecimento do sistema imunológico”.