Berço da Residência Médica em Minas Gerais

14/08/2019

     
A Santa Casa BH é considerada o “berço” do Ensino Médico de Minas Gerais. Duas importantes faculdades de medicina da capital mineira foram idealizadas nas dependências da instituição. Também no hospital foi fundada a primeira Escola de Enfermagem de Minas Gerais, que posteriormente se tornou a faculdade de Enfermagem da PUC Minas. O jornalista e escritor Manoel Hygino dos Santos explica - em sua obra “Santa Casa de Belo Horizonte – Uma história de amor à vida” - que, em alguns países, “mais notadamente no Brasil, foram as Santas Casas as criadoras dos cursos de medicina e enfermagem”.

Após o estabelecimento das faculdades de Medicina da UFMG e da Ciências Médicas de Minas Gerais, verificou-se a necessidade de oferecer especialização aos profissionais. Em 1966, surgia a Residência Médica da Santa Casa BH, com 10 especialidades.

Até 2010 o programa de Residência e Especialização Médica era oferecido por meio de parceria com a Fundação Educacional Lucas Machado (Faculdade Ciências Médicas de MG). Em 2011 ocorreu uma transição do programa para a Santa Casa BH, que assumiu a Residência e Especialização Médica integralmente.

Credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica, os programas de Residência Médica e Especialização Médica da Santa Casa BH atuam em uma diversidade de clínicas, permitindo, aos seus alunos, uma experiência rica ao lado de uma equipe multiprofissional e de elevada qualificação. Atualmente, o hospital oferece Residência em 28 especialidades médicas.

Iniciado em 2013, o programa de Residência e Especialização Multiprofissional em Saúde, foi outro importante avanço do ensino na Santa Casa BH, proporcionando a enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas, odontólogos, fisioterapeutas e psicólogos, especializações com vivência prática no maior complexo hospitalar de Minas Gerais.

VOCÊ SABIA?
Desde 2011, 2.051 pessoas passaram pela Residência e Especialização Médica da Santa Casa BH.