Curso de Aperfeiçoamento

04/10/2017

     

A Clínica de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista da Santa Casa BH recebeu, nos dias 29 e 30 de setembro, o Módulo VI do curso de Aperfeiçoamento em Intervenções Endovasculares, com participação de 15 cardiologistas de todo o País.  A capacitação, promovida pela Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, focalizou o tema “Tratamento Endovascular da Doença da Aorta Totalmente Percutâneo” e contou com a presença do Prof. Dr. Antônio Massamitsu Kambara, considerado “pai” da radiologia intervencionista no Brasil.

O curso ocorre uma vez por mês, em diferentes unidades hospitalares de Belo Horizonte. O coordenador do Departamento de Intervenção Extracardíaca da Santa Casa BH, Dr. Antônio C. Mansur Bedeti, ressalta que a capital mineira e a Santa Casa BH não foram escolhidas por acaso, para a capacitação. “Belo Horizonte possui grande concentração de cardiologistas que têm forte atuação em intervenção extracardíaca. E a Santa Casa tem um serviço de excelência, com mais de 20 anos de atuação nessa área. Aqui temos a oportunidade de oferecer aos pacientes a melhor intervenção extracardíaca do mundo”, explica.

Durante o curso, os profissionais tiveram aulas teóricas e práticas, utilizando simuladores. Ao final do dia, os participantes realizaram a primeira correção endovascular de aneurisma de aorta abdominal, totalmente percutâneo (sem cortes ou pontos) na Santa Casa.

A doença

O aneurisma da aorta abdominal (AAA) é doença grave e, muitas vezes, silenciosa. Trata-se de uma dilatação do segmento da aorta abaixo do diafragma e acima da bifurcação que a artéria possui para distribuir o sangue para os membros inferiores. São encontrados com mais frequência população idosa. Estima-se que a prevalência dos AAA é de 2% na população com faixa etária de 60 anos, e em cerca de 5% após os 70 anos, sendo duas a três vezes mais comum no sexo masculino.