Santa Casa BH São Lucas SCBH Ensino e Pesquisa Funerária Santa Casa BH IGAP CEM


Especialista faz alerta sobre o “Desafio da Rasteira”

13/02/2020

     
Recentemente, viralizou um vídeo nos aplicativos de mensagens e nas redes sociais com uma brincadeira bastante perigosa, que tem ganhado adesão de crianças e adolescentes: o “Desafio da Rasteira”, também chamado de “quebra-crânio”. No vídeo, três pessoas dão um salto para cima e a do meio recebe uma rasteira das outras duas. 
 
O desafio chamou a atenção de especialistas e a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) lançou um comunicado reforçando os perigos desta ação nada saudável. "O que parece ser uma brincadeira inofensiva, é gravíssimo e pode terminar em óbito. Os responsáveis pela ‘brincadeira’ de mau gosto podem responder penalmente por lesão corporal grave e, até mesmo, homicídio culposo", diz o texto.
 
Para o neurocirurgião da Santa Casa BH e membro da SBN, Wilson Faglioni Junior, a pessoa que sofre a rasteira está completamente desprotegida e, dependendo da intensidade, pode gerar lesões na cabeça e na coluna. “Sem tempo hábil para conseguir se defender com os braços ou as mãos para amortecer a queda, os riscos nesses casos são grandes e podem levar a uma fratura craniana, uma hemorragia cerebral e todas as sequelas que podem advir disso, como distúrbios cognitivos, distúrbios de memória, paralisias e, até mesmo, fraturas na coluna vertebral, levando a tetraplegias e paralisias”, revela.
 
A brincadeira pode se tornar ainda mais perigosa, dependendo dos riscos do ambiente em que a pessoa sofrer a queda. “Quem está brincando não está preocupado com as coisas perigosas em volta, se o terreno está apropriado ou não, se têm móveis ou objetos que podem agravar ainda mais a queda, podendo levar, inclusive, ao desmaio ou, até mesmo, a morte, dependendo do impacto”, explica Wilson.
 
Por isso, é muito importante que os pais e educadores orientem os jovens sobre as consequências da ‘brincadeira’. Em caso de complicação, desmaio ou lesões graves, é fundamental procurar os serviços de saúde que contam com um Pronto Atendimento em Neurologia, como é o caso do Hospital São Lucas, do Grupo Santa Casa BH. O atendimento é Particular ou por Plano de Saúde. Informações no (31) 3238-8357 ou 8597.