Santa Casa BHSão LucasIEPFunerária Santa Casa BHCEMIGAP


McDia Feliz terá renda revertida para tratamento de crianças e adolescentes que lutam contra o câncer na Santa Casa BH

01/08/2017

     

Na manhã desta terça-feira (01), o “McDia Feliz 2017" foi oficialmente lançado em Belo Horizonte. O evento foi realizado no Salão Nobre da Santa Casa BH (SCBH) e contou com a presença de representantes do Instituto Ronald McDonald e da Casa de Acolhida Padre Eustáquio (CAPE), instituições parceiras no projeto, além de funcionários dos restaurantes McDonalds e da SCBH, que serão multiplicadores da iniciativa.

O “McDia Feliz” - que será em 26 de agosto -, vai ajudar a Santa Casa BH a adquirir 150 cateteres do tipo venoso central de inserção periférica (PICC), no valor total estimado em R$ 308 mil. O projeto “Aliviando a Dor – Ano 2”, realizado pelo Instituto Ronald McDonald e pela Casa De Acolhida Padre Eustáquio (CAPE), mais uma vez apoia o maior hospital de Minas Gerais. Os cateteres PICC serão destinados às crianças e adolescentes que fazem tratamento contra o câncer no ambulatório de Oncologia Pediátrica da Santa Casa BH.

O provedor/presidente da Santa Casa BH, Saulo Levindo Coelho, destaca a credibilidade das instituições envolvidas no McDia Feliz. “É uma parceria muito bem sucedida entre três entidades que, cada uma em sua atividade, tem um conceito muito importante junto à sociedade. Isso contribui para o projeto, que visa melhorar a qualidade de vida dessas crianças”, ressalta.

A consultora de operações da Rede McDonalds, Kenya Cerceau, comenta a importância do lançamento da campanha junto aos funcionários das instituições envolvidas e a satisfação em ter a Santa Casa BH como parceira. “O funcionário McDonalds, desde sua admissão, já é apresentado às ações do Instituto Ronald, que é parceiro da CAPE nesse projeto de arrecadação de fundos. Ficamos felizes por realizar esse projeto junto à Santa Casa BH, que tem uma história de amor com a cidade. Não há um cidadão de Belo Horizonte que nunca ouviu falar da Santa Casa BH, ou que não teve um parente que se tratou aqui”, reforça. 

O Sr. Cláudio Souza Diniz, diretor da CAPE, acredita que a participação dos funcionários da Santa Casa BH será fundamental para a venda dos 25 mil tíquetes que foram produzidos para a campanha. “O mérito do projeto é muito grande. E a gente precisa do empenho de todo mundo. A Santa Casa BH, com seus quase cinco mil funcionários, tem um papel importantíssimo para a gente atingir essa meta”, enfatiza.

Cateter PICC

O “Cateter PICC” traz melhoria na qualidade de vida do paciente. O dispositivo tem como um de seus principais benefícios o fato de não ser preciso fazer novas infusões nas veias periféricas para administração de antibióticos, nutrição parental e quimioterápico. Na prática, o PICC representa menos dor para os pacientes. "Os cateteres visam melhorar a qualidade de vida das crianças durante o tratamento, na medida em que diminui em 90% o número de punções periféricas, garantindo mais segurança na infusão de quimioterápicos e outras drogas. As drogas quimioterápicas são irritantes e causam agressão e reação inflamatória da parede do vaso periférico, causando lesões nos tecidos, necrose e fibrose extremamente dolorosas. E esse tipo de cateter impede esses efeitos colaterais e este sofrimento", explica o oncologista pediátrico Dr. Caetano Aguirre Neto, responsável técnico pelo serviço de Oncologia Pediátrica da Santa Casa BH.

Como ajudar

Você pode ajudar as crianças com a compra de um ou mais tíquetes, que poderão ser trocados pelo sanduíche Big Mac no dia 26 de agosto (McDia Feliz), em todos os restaurantes McDonalds de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Ipatinga, Governador Valadares e Sete Lagoas. Os tíquetes – ao custo de R$15,50 cada - estão à venda na Provedoria da Santa Casa BH, localizada à Rua Álvares Maciel, 611, Bairro Santa Efigênia. Contribua! Sua participação no McDia Feliz vai garantir dias mais felizes para muitas crianças!