Santa Casa BHSão LucasSCBH Ensino e Pesquisa Funerária Santa Casa BHCEMIGAP


SCBH é referência para transplantes de fígado em caso de febre amarela

23/02/2018

     

A Santa Casa BH (SCBH) – o maior hospital transplantador de Minas Gerais foi incluído na lista do Ministério da Saúde como referência para realizar transplantes de fígado em caso de hepatites fulminantes, provocadas por febre amarela. O quadro, também conhecido como “hepatite aguda grave”, é capaz de levar o paciente a óbito em poucas horas.

A instituição realiza transplantes de fígado há dois anos e, desde então, tornou-se um dos melhores Centros Transplantadores de Órgãos do Brasil. “A autorização do Ministério da Saúde confirma que a Santa Casa BH é referência em Minas Gerais e no país”, lembra o professor da Faculdade de Medicina da UFMG, Dr. Agnaldo Soares Lima, um dos responsáveis pela inclusão da SCBH no seleto grupo de instituições brasileiras capacitadas para o transplante.

O hospital também oferece transplantes de córnea, medula óssea e rim, e realiza a captação de múltiplos órgãos para doação. Em 2017 e 2018 foram feitos 83 transplantes de medula óssea, 19 de fígado, 71 de rim e 120 de córnea.

Ampliação dos Serviços

A Unidade de Transplantes da Santa Casa BH possui moderna infraestrutura, tecnologia de última geração e equipe multiprofissional altamente especializada, composta por médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas e dentistas. As equipes médica e de enfermagem mantém plantão de 24 horas.

De acordo com a gerente do setor, Mara Moura, o hospital se prepara para realizar transplantes de coração e ósseo. “O credenciamento já está em andamento. Estamos aguardando a visita do Ministério da Saúde. Acreditamos que, até julho, receberemos a autorização para realizar esses novos tipos de transplantes”, conta. Ela relata ainda que, até o final de março, a Santa Casa BH contará com mais seis novos leitos de transplantes.