Santa Casa
Santa Casa BH São Lucas SCBH Ensino e Pesquisa Funerária Santa Casa BH IGAP CEM


SCBH participa de programa de reabilitação intestinal

20/02/2020

     

Considerado o maior hospital filantrópico 100% SUS de Minas Gerais, a Santa Casa BH é reconhecida pela sua capacidade de atendimento de alta complexidade e tem buscado, nos últimos anos, se especializar para realizar cada vez mais procedimentos complexos, tornando-se também hospital de referência para pacientes de outros estados. 

Por conta disso, a Santa Casa BH foi escolhida para participar da tutoria em Reabilitação Intestinal Pediátrica. O projeto é viabilizado pelo Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS) do Ministério da Saúde, em parceria com o Hospital Sírio-Libanês, e tornará a SCBH uma das referências nacionais para reabilitação intestinal. 

A novidade foi oficializada no dia 18 de fevereiro. A partir de março, funcionários da instituição participarão de um programa de dez meses no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Com isso, a SCBH será pioneira neste atendimento para crianças mineiras e de estados da Região Nordeste. 

O provedor Saulo Levindo Coelho destacou o orgulho de ver a Santa Casa BH ser convidada para participar do projeto: “o Sírio-Libanês é exemplo para todo o Brasil. Devemos comemorar o fato de entrarmos numa área nova, mas também o reconhecimento do corpo clínico e da equipe multiprofissional que se dedica à realização de transplantes na instituição. Por trás desse credenciamento, tem a confiabilidade e a excelência do nosso trabalho.  A Santa Casa BH aceita e tem enorme entusiasmo com esse novo desafio”. 

De acordo com o diretor de Assistência à Saúde, Dr. Guilherme Riccio, a nova parceria é um marco para a Santa Casa BH. “Estarmos juntos com hospitais qualificados e sobre a tutoria do Hospital Sírio-Libanês é uma grande honra. Nossa finalidade é fazer medicina de ponta e ter competência para atender cada vez mais usuários do SUS. Com empenho e qualidade técnica, temos conseguido usar toda a estrutura do hospital para realizar cada vez mais procedimentos de alta complexidade. Além de todos esses programas especiais, a instituição mantém o seu compromisso de atendimento de média complexidade, se tornando um grande hospital da comunidade”. 

A coordenadora-geral do Sistema Nacional de Transplante, Daniela Salomão, ressaltou a grandiosidade do projeto desenvolvido em parceria com o Hospital Sírio-Libanês. “Muitas crianças precisavam ser encaminhadas para os EUA pela ausência de um programa brasileiro. A Santa Casa BH foi selecionada para participar desse grupo seleto e qualificado, pois Minas Gerais precisava fazer parte desse projeto. Vamos trazer nossas crianças mineiras para casa, mas só conseguiremos se tiver uma instituição que se capacite para atendê-los de forma adequada. Parabenizo o hospital por aceitar esse grande desafio e por realizar com grande êxito diversos procedimentos de alta complexidade”, disse. 

Para a gerente assistencial de Responsabilidade Social do Hospital Sírio-Libanês, Adriana Lara Moraes, essa parceria tem tudo para dar certo: “percebemos o envolvimento, comprometimento e empatia da equipe da Santa Casa BH pelo programa. Vamos aprender e crescer juntos. Precisamos estar sempre em sintonia para promover essa capacitação e trazer para Minas Gerais o melhor para essas crianças que necessitam de reabilitação intestinal”. 

Crianças que nascem ou desenvolvem a síndrome do intestino curto, malformação congênita, enterites necrosantes e outras doenças que causam a deficiência na absorção de nutrientes são inicialmente indicadas para o transplante de intestino. Porém, antes de realizar o procedimento é importante que elas passem por uma tentativa de reabilitação intestinal. Estima-se que a recuperação efetiva desses pacientes é de 85%, evitando assim o transplante. No Brasil, apenas o Hospital das Clínicas de Porto Alegre, o Hospital Sírio-Libanês, o Hospital Municipal Infantil Menino Jesus e o Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo participam do programa.