Santa Casa
SCBH Ensino e Pesquisa Funerária Santa Casa BH Santa Casa BH IGAP São Lucas CEM


SCBH realiza mutirão de cirurgias de cabeça e pescoço

Publicado em: 24/10/2022 - Atualizado em: 24/10/2022 17:53:34

     

Com o objetivo de reduzir a fila de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde (SUS), a Santa Casa BH realizou, no último sábado (22/10), um mutirão de cirurgias de cabeça e pescoço. Os procedimentos foram realizados de forma simultânea, em cinco pacientes com diagnóstico de nódulos benignos e que precisaram aguardar a melhora do cenário da pandemia de COVID-19. Foram feitas tireoidectomias, que são a remoção da glândula tireóide.

Cinco médicos da equipe de Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Santa Casa BH, juntamente com a equipe de anestesistas e médicos residentes, atuaram no mutirão, que também contou com a participação de técnicos de Enfermagem. O cirurgião de cabeça e pescoço Dr. Vinícius Antunes Freitas comentou que, com a pandemia, os procedimentos de pacientes oncológicos precisaram ser priorizados, resultando no represamento dos casos eletivos. Graças aos mutirões, “felizmente conseguimos reduzir uma fila de quase 150 pacientes para 30. A nossa previsão é de realizarmos mais mutirões pois queremos zerar a fila. Fazemos questão de nos dedicarmos e dar saúde aos nossos pacientes”, disse.

O cirurgião Dr. João Batista de Oliveira Andrade reforça que novas ações serão realizadas e explica como é feita a escolha dos pacientes que serão operados. “Um dos critérios é a gravidade e o tempo de espera na fila. Durante o período em que as cirurgias foram suspensas, alguns pacientes tiveram o tumor crescendo e isso provocava incômodo e até mesmo dificuldades. O mutirão não vai parar e sempre daremos continuidade”, ressaltou. 

Uma das pacientes que passaram pela tireoidectomia foi Ana Maria de Jesus, de 59 anos. A filha, Claudiana Maria da Silva, falou sobre o alívio que sentiu. “O sentimento é de gratidão, porque tem três anos de fila de espera, tanto que nem achávamos que a cirurgia ia sair. Agora minha mãe poderá voltar a se alimentar melhor”, disse a moradora de Pingo d’Água, na região do Rio Doce, em Minas Gerais.

Os mutirões são uma iniciativa da equipe de Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Santa Casa BH, com o apoio da Diretoria da instituição e das coordenações do Bloco Cirúrgico e do Centro de Especialidades Médicas (CEM).