Santa Casa
SCBH Ensino e Pesquisa Funerária Santa Casa BH Santa Casa BH São Lucas IGAP CEM


Setembro Dourado: GSCBH lança campanha “Laços que Transformam”

Publicado em: 03/09/2021 - Atualizado em: 17/09/2021 17:17:41

     

Para marcar o Setembro Dourado, movimento internacional que visa debater o câncer infantojuvenil e conscientizar a sociedade sobre os diferentes tipos de tumores que acometem jovens e crianças, o Grupo Santa Casa BH (GSCBH) lança a campanha “Laços que Transformam”. A iniciativa tem o objetivo de reforçar a importância do diagnóstico preciso e da rede de apoio, sobretudo das relações de afeto entre os profissionais de saúde e seus pacientes, durante o tratamento, que tem grandes chances de cura. Para isso, serão realizadas diversas ações durante todo o mês.

Reconhecida como a maior prestadora de serviços no segmento oncológico para o SUS, em Minas Gerais, a Santa Casa BH também é referência na assistência ao paciente infantojuvenil, como explica o oncologista pediátrico da instituição, Dr. Joaquim Caetano Neto. “Além do tratamento convencional contra todos os cânceres que acometem crianças e adolescentes, oferecemos apoio emocional, social e recreação. Dessa forma, todos os profissionais acabam criando uma ligação única com os pequenos. Essa abordagem faz parte do tratamento e é tsinmental para que eles e suas famílias atravessem essa fase delicada com  mais otimismo e leveza, diz. 

Segundo Caetano, o afeto presente na rede de apoio ao paciente foi justamente o que inspirou a campanha do GSCBH. “Partimos desses ‘Laços que Transformam’ para criar uma programação especial e, também, levar informações relevantes para a sociedade sobre o câncer infantojuvenil. Teremos bingo educativo, homenagens entre pacientes e profissionais, cabine de fotos, oficinas e muito mais. Para o público externo, serão produzidos conteúdos exclusivos nas nossas redes sociais”, destaca o oncologista.

 

Alerta para os sintomas

Caracterizado por um grupo que engloba várias patologias, o câncer infantojuvenil já representa, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a primeira causa de morte (8% do total) por doença, entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, correspondendo a 43,4 óbitos por milhão. Além disso, a estimativa de incidência é de um novo caso a cada hora no país. Apesar das estatísticas preocupantes, atualmente, em torno de 80% dos pacientes que são acometidos por esses tipos de câncer têm grandes chances de cura, se receberem o diagnóstico preciso e forem tratados em centros especializados, como é o caso do Grupo Santa Casa BH. 

Os cânceres mais comuns são as leucemias, os linfomas e os tumores no sistema nervoso central (cérebro). Segundo Caetano, é preciso ficar atento aos sintomas. “Palidez repentina e perda de energia, manchas roxas pelo corpo, aumento do volume abdominal com nódulos, perda de equilíbrio com quedas e contusões frequentes, perda de peso ou de habilidades já adquiridas, febre e dor de cabeça persistentes e alterações súbitas na visão são alguns dos sintomas mais comuns. Esses sinais são inespecíficos e semelhantes aos de outras doenças comuns da infância, por isso é imprescindível que os pais ou responsáveis fiquem atentos e levem a criança ou adolescente ao pediatra, caso percebam qualquer tipo de alteração”, orienta o oncologista. 

 

Programação “Laços que Transformam”

 

06 a 09 de setembro

Bingo educativo

Distribuição de algodão-doce

Contação de histórias

 

13 a 17 de setembro

Homenagens de afeto entre pacientes e profissionais

Apresentação de mágica

 

20 a 24 de setembro

Oficina ludoterápica

Distribuição de pipoca

 

27 a 30 de setembro

Ação cultural e musical

Cabine de foto

 

Todas as informações sobre a campanha “Laços que Transformam” estão no hotsite: www.santacasabh.org.br/setembrodourado